Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    21 de junho de 2009

    Inverno começa no Hemisfério Sul

    Às 2:45 de hoje começou o inverno no Hemisfério Sul. Essa foi a hora exata em que houve máxima desigualdade na distribuição de luz solar entre os dois hemisférios planetários: o solstício. A partir de hoje até dezembro o sol volta a se aproximar do Brasil, quando ocorrerá um novo solstício. No Brasil Central, de clima tropical, é mais comum se falar em estação seca do que em inverno. Em Belo Horizonte, o período de abril a setembro é o que apresenta menor acumulado de precipitação anual. O somatório do que chove ao longo desses 6 meses (173 mm) não é suficiente para alcançar o volume de chuva de um único mês da estação chuvosa (em dezembro, por exemplo, chove 319,4 mm!). Com menos chuva, a umidade relativa cai e a concentração de poluentes aumenta, o que compromete a qualidade do ar nas grandes cidades.

    Mas Minas Gerais também tem friozinho nessa estação, sobretudo durante as madrugadas. A pouca umidade e o céu limpo dessa época contribuem para uma rápida perda radiativa noturna. O fato do Estado possuir um território montanhoso, com altitudes consideráveis, também favorece as baixas temperaturas. Na capital mineira o mês de julho é o que apresenta as menores médias térmicas do ano: mínima de 13,1° C e máxima de 24,6° C. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia e correspondem ao período 1961-1990.

    A estação seca desse ano não deve ser tão intensa como em 2006 ou 2007. Julho se aproxima e até agora praticamente não houve ocorrência de episódios extremos de baixa umidade em Belo Horizonte. O menor valor de umidade relativa observado esse ano foi na tarde do dia 3 de junho: 23 %. Quanto ao frio, ao menos o noturno está garantido: muitas massas de ar polar - frio e seco - ainda irão passar pelo Estado.
    .

    Nenhum comentário: