Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    2 de agosto de 2009

    Série 'Climas de Minas': conheça Diamantina!

    O BH TEMPO inicia hoje uma série especial sobre a diversidade climática do Estado de Minas Gerais. A cada mês uma cidade mineira será escolhida e caracterizada a partir de seu clima. A série, apresentada sempre no primeiro domingo do mês, se baseia em dados de Normais Climatológicas do Instituto Nacional de Meteorologia. Hoje conheça Diamantina, terra de JK!A bela cidade de Diamantina, antigo Arraial do Tejuco, localiza-se na mesorregião do Jequitinhonha, a 298 km de distância da capital mineira e no alto de um importante divisor de águas de Minas Gerais: a Serra do Espinhaço. A sede do município encontra-se a uma altitude de 1279 m, mas algumas porções de seu território ultrapassam os 1500 m. São nessas áreas que se originam os primeiros afluentes do Rio Jequitinhonha.


    Devido à altitude, Diamantina tem definitivamente aquilo que se pode chamar de clima aprazível. Sua temperatura média anual gira em torno de 18,1° C. A média anual para as temperaturas máximas e mínimas é de 23,8° C e 14,1° C, respectivamente. O mês mais frio é julho, quando a média de temperatura fica em 15,3° C e a média das máximas e mínimas em 21,2° C e 11,0° C, respectivamente. Já o mês mais quente é fevereiro, com média de 20,0° C, máximas na casa dos 27,8° C e mínimas em torno dos 16,1° C.

    Embora se localize na região do Vale do Jequitinhonha, conhecida por seus problemas com a seca, Diamantina não carece de umidade. O acumulado médio anual de precipitação é igual a 1404,7 mm. O mês mais chuvoso - janeiro - chega a apresentar um volume médio de 307 mm. Durante a estação seca - abril a setembro - chove pouco, porém o vento constante e as temperaturas amenas preservam a umidade relativa. A média anual de umidade é igual a 76,7 %, quase 5 % maior que a de Belo Horizonte. O mês com menor índice médio dessa variável é agosto, com 69,8 %. Para se ter uma idéia, Belo Horizonte tem média de 64,5 % no mesmo mês.

    Além de todas essas vantagens, Diamantina ainda possui uma respeitável quantidade de horas de brilho solar por ano, o que é ótimo para a saúde humana. O total anual chega a 2397,2 horas, sendo agosto o mês mais "ensolarado" (251,1 horas) e novembro o com menor insolação (151,4 horas). Esse comportamento reflete o índice pluviométrico da região. O gráfico abaixo mostra um comparativo entre Diamantina, Belo Horizonte e Juiz de Fora no que diz respeito à horas de brilho solar.

    Curiosidades:

    • Entre 1972 e 1990, a maior temperatura registrada em Diamantina foi no dia 8 de outubro de 1987: 35,8° C.
    • No mesmo período, a menor temperatura foi 2,8° C, no dia 31 de julho de 1972.
    • Ainda nesse período, o maior volume de chuva acumulado em 24 horas foi o de 4 de abril de 1987: 134,8 mm!
    • No mês de fevereiro, em plena estação chuvosa, é comum a ocorrência de "veranicos", isto é, períodos com até 20 dias de duração sem chuva.

    Gostou da série? Sentiu falta de algo? Você pode participar sugerindo a próxima cidade a ser escolhida. O BH TEMPO receberá nomes até o dia 23 de agosto na seção "Comentários" deste post. Participe!

    10 comentários:

    Adriana disse...

    Parabéns por inaugurar essa bela série. A cada dia mais percebo o valor jornalístico, cultural e científico deste presente blog que tem o orgulho de ser mineiro.Espero que eleja uma cidade de cada região para ser representada aqui. Meu voto vai para uma cidade longe de BH: Maria da Fé.
    È isso aí.

    Bjs!

    gustavo disse...

    legal!
    gostaria de ver poços de caldas.

    Rafael disse...

    Rafael, seu blog está cada vez melhor. Gostei muito da ideia de apresentar os climas de cidades mineiras, e a escolha para a estreia recaiu sobre uma das minhas preferidas. As informações apresentadas foram muito interessantes e abrangentes.
    Além de Poços e Maria da Fé, já sugeridas por outros leitores, sugiro uma matéria sobre Ouro Preto e outra sobre Monte Verde.
    Saudações.

    Cleide disse...

    Oi

    Legal mesmo. Até a namorada comentou hahaha.
    Mas não gosto de cidades burguesas. Vamos votar em cidades pobres e quentes também.
    Fico com Nanuque ou Ipanema, onde nasci.

    Grata, Cleide

    juliano disse...

    ola, gostaria de ver minha cidade representada, montes claros. obrigado.

    Lucas disse...

    Oi, Rafael
    Voto em Uberlândia.
    Flw!

    Ítalo disse...

    Voto em Maria da Fé ou Monte verde (:

    Rafael disse...

    Caros visitantes,

    continuem participando. Iremos levar em conta as sugestões de vocês!

    Rafael

    carlos disse...

    Rafael,

    mais uma vez só tenho elogios a fazer ao seu blog.Você mostrar o clima de outras cidades mineiras, mostra que somos irmãos, porém diferentes, especiais, cada um com sua característica. Gostei muito.
    Vou concordar com os votos da Adriana e do Ítalo. Meu voto irá para Maria da Fé ou Monte Verde.Mas acho que Maria da Fé é menos conhecida do que Monte, então merece o destaque do bh tempo.
    Saudações

    Rafael disse...

    Obrigado a todos os visitantes que deixaram seu voto. A votação está encerrada e a cidade escolhida será apresentada no primeiro domingo de setembro (dia 6).

    Rafael