Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    6 de outubro de 2009

    Calor e queda repentina da pressão provocam temporal em BH

    Dessa vez erramos...e não erramos sozinhos. A atmosfera pregou uma peça em todos nós, seus estudiosos e observadores. Grande maioria dos modelos meteorológicos afirmava que a tarde dessa terça-feira seria de tempo quente e estável em Belo Horizonte e parte de Minas Gerais, no entanto foi um pouco diferente. O calor de até 31,0° C (conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia na região da Pampulha), a umidade elevada e a queda repentina da pressão criaram condições para rápido desenvolvimento de sistemas convectivos próximo a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A imagem de satélite ao lado mostra a condição atmosférica no momento do início da chuva em BH (por volta de 17 h). É possível observar expressivos aglomerados de nuvens sobre o Sul do estado e a RMBH. E não deu outra: muita chuva na capital, com ventos fortes, raios e trovoadas no final da tarde. No local da estação do INMET na região da Pampulha, o acumulado de precipitação foi igual a 30,8 mm em apenas 1 hora! E como não podia ser diferente, vários transtornos (leia notícia no portal O TEMPO) complicaram a vida da população. A previsão para amanhã é de mais calor, umidade elevada e condições propícias para novas tempestades com raios e trovoadas na RMBH.

    Nenhum comentário: