Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    28 de novembro de 2009

    RMBH encontra-se no "limite" entre instabilidades e ar seco

    O estado mineiro é influenciado nesse sábado por, pelo menos, dois sistemas atmosféricos distintos, a saber: 1°) massa de ar quente e úmido, associada ao calor e à elevada umidade; e 2°) massa de ar quente e seco, associada ao domínio do Anticiclone Subtropical do Atlântico Sul (ASAS). Enquanto a atuação do primeiro deve provocar chuva, com raios e trovoadas, à qualquer hora do dia no centro-sul do estado, Noroeste e Triângulo, o segundo será responsável por muito sol, calor e baixa umidade relativa do ar durante a tarde no centro-norte de Minas Gerais. Curiosamente, a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) encontra-se na transição entre os dois sistemas, como pode ser observado na imagem ao lado. Municípios do extremo sul da RMBH, como Itaguara, Rio Manso, Brumadinho e até mesmo Ibirité tiveram chuva durante a madrugada e agora têm um início de sábado com céu mais nublado e temperatura amena. Já em Belo Horizonte e em municípios como Lagoa Santa, Pedro Leopoldo e Baldim, o sábado amanhece abafado, com muito sol e poucas nuvens. Até o final da tarde, o sistema de alta pressão associado à massa de ar seco deve perder força e instabilidades poderão avançar sobre a capital, provocando chuva. Antes disso, mais calor: a máxima hoje deve chegar aos 32°C em BH.

    Nenhum comentário: