Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    18 de julho de 2009

    "Casa que entra sol, não entra médico..."

    Uma massa de ar seco predomina sobre Minas Gerais e deixa o sábado ensolarado em praticamente todo o Estado. Esse sistema, comum nessa época do ano, inibe a formação de nuvens e dificulta a passagem de frentes frias pelo interior do continente. O resultado são dias e mais dias seguidos de céu limpo, com muito sol durante as tardes e quase nenhuma chuva. O mês de julho é o que apresenta maior quantidade de horas de brilho solar em várias cidades mineiras. Em Belo Horizonte, por exemplo, são 256,5 horas, segundo dados das Normais Climatológicas 1961-1990 do Instituto Nacional de Meteorologia. Para efeito de comparação, a cidade de Curitiba, capital do Estado do Paraná, tem apenas 147,6 horas de brilho solar no mesmo mês. Outras cidades mineiras que apresentam grande insolação em julho são: Espinosa (269 horas), João Pinheiro (272,9 horas), Montes Claros (258 horas), Patos de Minas (260,7 horas), Sete Lagoas (273,5 horas) e Uberada (256,2). Já cidades como Governador Valadares (113,3 horas), Teófilo Otoni (162,9 horas) e Cataguases (179,5 horas), apresentam baixa insolação nessa época do ano, resultado da proximidade marítima. A imagem acima mostra o aspecto do céu na capital mineira, por volta das 15 horas de hoje. A máxima na cidade fica em torno dos 26° C.
    .

    17 de julho de 2009

    Manhã ensolarada em Belo Horizonte

    A manhã dessa sexta-feira é de céu claro, com poucas nuvens e temperatura agradável na capital mineira. Na região da Pampulha, a temperatura mínima registrada durante a madrugada foi de 13° C. Às 11 da manhã, a estação do INMET na mesma região marcava 21,6° C e umidade relativa igual a 58 %. Um novo recorde de pressão foi quebrado entre as 9 e 10 da manhã de hoje: 926,8 hPa. A máxima nessa sexta não deve passar dos 25° C em Belo Horizonte.

    16 de julho de 2009

    Novo recorde anual de pressão em Belo Horizonte

    A manhã de hoje foi de quebra de recorde anual de pressão atmosférica em Belo Horizonte. A estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia localizada na região da Pampulha chegou a registrar 926,6 hPa, entre 9 e 10 da manhã. Antes, o maior valor registrado esse ano era 926,1 hPa, na manhã do dia 6 de julho. O recorde de hoje é resultado da atuação de um sistema de alta pressão atmosférica, localizado entre o oceano Atlântico e o Sudeste do país. Nos próximos dias, com o afastamento desse sistema, a pressão deve cair em Minas Gerais.
    .

    Madrugada fria e manhã com muito vento em Belo Horizonte

    A madrugada desta quinta-feira foi fria na capital mineira. A mínima ficou em torno de 13° C na região da Pampulha, mas o vento incessante produziu uma sensação térmica menor. No Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, a menor temperatura registrada foi igual a 11° C, às 6 da manhã. A atividade de um sistema de alta pressão no oceano, associado a uma massa de ar polar em processo de tropicalização, é responsável pelo vento marítimo que atinge o centro-leste de Minas Gerais. Hoje, a máxima ainda não deve passar dos 23° C em Belo Horizonte. A imagem ao lado mostra o aspecto do céu na capital agora há pouco (10 da manhã).

    15 de julho de 2009

    Previsão do tempo para final da Copa Libertadores da América

    Acontece hoje no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, a disputa final pela Taça Libertadores da América. Duas das melhores equipes de futebol da América Latina - Cruzeiro (Brasil) e Estudiantes (Argentina) - travarão uma grande batalha pelo mais importante título do continente. Quase 70 mil torcedores devem comparecer ao gigante da Pampulha para acompanhar esse belo jogo, a partir das 22 horas.
    Nesse horário, Belo Horizonte terá tempo firme, sem chuva, mas com muito vento. A temperatura deverá ficar em torno de 16° C, mas devido aos ventos, a sensação térmica será de até 12° C. A umidade relativa do ar estará em níveis aceitáveis: acima de 70 %.
    O BH TEMPO torce por um belo espetáculo nessa noite!

    13 de julho de 2009

    Quase sem vento, temperatura dispara em BH

    A tarde de hoje contrariou as previsões feitas anteriormente pelo BH TEMPO e apresentou temperatura máxima de 28,1° C na zona sul de Belo Horizonte. Na região da Pampulha, a temperatura chegou aos 27,9° C. A elevação da temperatura foi possível graças à total ausência de nebulosidade ao longo de todo o dia e ainda devido à estabilização do ar seco (ventos fracos) em vários níveis da troposfera. A alta temperatura derrubou a umidade relativa que chegou aos 33 % na estação do INMET na Pampulha. No final dessa tarde era possível observar uma camada de poluição próxima a superfície em Belo Horizonte, conforme foto ao lado, feita por volta das 17 horas numa região da capital. Com o pôr do sol e as condições de estabilidade atmosférica citadas acima, a previsão é de rápido declínio da temperatura. A mínima na madrugada de terça pode voltar a ficar em torno de 11° C em Belo Horizonte.

    Previsão para essa segunda-feira em BH

    O ar seco polar predomina sobre o Centro-Sul de Minas Gerais e impede a formação de nebulosidade no Estado. Essa segunda-feira amanheceu com céu absolutamente azul em Belo Horizonte (imagem ao lado). Às 10 da manhã fazia 21,7° C na região da Pampulha. A umidade relativa do ar era igual a 50 %. A pressão está em elevação: 924,0 hPa contra 919,7 hPa de ontem no mesmo horário. Durante a tarde, a temperatura pode chegar aos 25° C. Já a umidade relativa deve ficar próxima a 30 %.

    Temperatura negativa no Sul de Minas Gerais

    A previsão de uma madrugada gelada no Sul e Sudoeste de Minas, Campo das Vertentes, região de Furnas e parte da Grande Belo Horizonte se confirmou. Na capital mineira, a temperatura mínima registrada pela estação do Instituto Nacional de Meteorologia localizada na região da Pampulha foi 11,0° C, entre 6 e 7 da manhã. Em Florestal, a menos de 50 km de BH, a mínima ficou em apenas 6,3° C. No alto da Serra do Rola Moça (Ibirité), a menor temperatura foi 12,2° C. O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, registrou 10° C.
    Mas o grande destaque dessa madrugada ficou para a localidade de Monte Verde, distrito de Camanducaia, no extremo sul de Minas, onde a mínima ficou abaixo de zero: -0,6° C. Em Caldas, a temperatura também ficou negativa: -0,2° C. Maria da Fé teve mínima de 0,7° C.
    Veja a menor temperatura registrada em outras localidades mineiras:
    São Lourenço: 2,5° C
    Barbacena (aeroporto): 3° C
    Bambui: 3,4° C
    Passos: 3,7° C
    Machado: 4,0° C
    São João Del-Rei: 4,6° C
    Passa Quatro: 4,7° C
    Conceição das Alagoas: 5,2° C
    Formiga: 5,4° C
    Varginha: 5,8° C
    Divinópolis: 6,2° C
    Uberaba: 6,2° C
    Patrocínio: 6,6° C
    Lavras: 6,8° C
    Sacramento: 7,2° C
    Araxá: 7,3° C
    Campina Verde: 7,8° C
    Ouro Branco: 8,3° C
    Ituiutaba: 8,5° C
    Dores do Indaiá: 9,0° C
    Viçosa: 9,6° C
    Sete Lagoas: 9,7° C
    Juiz de Fora: 10,1° C
    Atualizado às 11:25
    .

    12 de julho de 2009

    Madrugada será fria no Sul de Minas

    A madrugada que se aproxima será fria no Sul e Sudoeste de Minas, Campo das Vertentes e na região da Represa de Furnas. Uma intensa massa de ar polar (fria e seca) avança sobre essas regiões, afasta a nebulosidade e provoca rápida queda de temperatura. Em algumas áreas do Sul de Minas deve haver formação de geada fraca, já que a mínima poderá ficar próxima de 3° C.
    RMBH

    O frio também volta a ser sentido na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A temperatura pode ficar em torno de 10° C em áreas de baixada. Na capital, onde a máxima atingiu 23,9° C na tarde de hoje, a mínima ficará próxima de 12° C.

    Manhã nublada em BH

    A presença de uma frente fria deixa o céu bastante fechado na manhã desse domingo em Belo Horizonte. Choveu fraco durante a madrugada em alguns bairros da capital. Às 10 da manhã, a temperatura na região da Pampulha (INMET) era de 18,7° C e a umidade relativa do ar estava em 69 %. A possibilidade de ocorrência de chuva expressiva nesse domingo é muito pequena.