Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    29 de agosto de 2009

    Massa de ar seco ganha força sobre América do Sul

    Uma extensa massa de ar quente e seco, associada a um sistema de alta pressão atmosférica, influencia o tempo em grande parte da América do Sul, inclusive Minas Gerais a partir desse sábado. Com a diminuição da nebulosidade, o sol volta a brilhar forte em quase todo o estado. As temperaturas se elevam durante a tarde e a umidade diminui. Nas regiões do Sul de Minas e Triângulo Mineiro, a umidade relativa pode ficar abaixo de 30 %. Essa condição favorece a perda radiativa noturna, o que mantém o friozinho nas madrugadas. Em Belo Horizonte, o sábado é de sol e céu com poucas nuvens. O vento marítimo ainda chega moderado à cidade. Às 2 da tarde fazia 26,0° C, umidade relativa de 37 % e rajadas de vento com velocidade superior a 30 km/h na região da Pampulha, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia.

    28 de agosto de 2009

    Céu aberto em Belo Horizonte

    Após quase uma semana de céu nublado, o sol voltou a aparecer nessa sexta-feira em Belo Horizonte (imagem ao lado). Por volta das 13 horas fazia 25,4° C e umidade relativa de 47 % na região da Pampulha, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia.

    27 de agosto de 2009

    Nebulosidade persiste em Belo Horizonte

    Essa quinta-feira amanheceu nublada e fria em Belo Horizonte (imagem ao lado). A temperatura mínima registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia na região da Pampulha foi igual a 13,4° C. Às 10 da manhã ainda fazia 17,3° C, umidade relativa de 73 % e rajadas de vento de até 20 km/h. Nessas condições, a sensação térmica estava em torno de 13° C. Ontem, no mesmo horário, fazia 18,2° C com também sensação de 13° C. A nebulosidade deve persistir ao longo de todo o dia e a máxima não passa dos 21° C. Ontem, Belo Horizonte teve sua menor máxima do ano: 19,9° C, segundo dados oficiais do INMET.

    26 de agosto de 2009

    BH TEMPO quebra recordes de visitas!

    O BH TEMPO está cada vez mais popular entre os mineiros amantes da meteorologia! No período entre os dias 16 e 22 de agosto, o blog recebeu 503 visitas* e 872 pageviews**, conforme relatórios de tráfego fornecidos pela Google Analytics. O recorde anterior havia sido registrado na semana entre os dias 26 de julho e 1° de agosto: 447 visitas (e 780 pageviews). O valor de 503 visitas semanais representa uma média de 71 visitas diárias. Só no dia 19 de agosto - uma quarta-feira - o blog recebeu 98 acessos! E o sucesso do BH TEMPO não termina aí: na última segunda (24) também quebramos o recorde diário, com 115 visitas (e 210 pageviews)! Foi o maior valor já registrado em um único dia pela Google desde que sua ferramenta de controle de tráfego foi instalada no blog. Nesse dia também tivemos nosso maior número de visitantes diferentes: 73. E tem mais: do último domingo (23) até ontem (25) já havíamos recebido 309 visitas (e 506 pageviews)!
    O BH TEMPO está muito feliz por cada vez mais fazer parte do dia-a-dia dos mineiros que se interessam pelo tempo e o clima. Acreditamos que nossa credibilidade e dinamismo sejam os principais segredos de todo esse sucesso! Obrigado e continuem nos acessando!
    *Visitas: Visits represent the number of individual sessions initiated by all the visitors to your site. If a user is inactive on your site for 30 minutes or more, any future activity will be attributed to a new session. Users that leave your site and return within 30 minutes will be counted as part of the original session.
    **Pageviews: A pageview is defined as a view of a page on your site that is being tracked by the Analytics tracking code. If a visitor hits reload after reaching the page, this will be counted as an additional pageview. If a user navigates to a different page and then returns to the original page, a second pageview will be recorded as well.

    Tarde fria e com 'garoa' em Belo Horizonte



    Belo Horizonte tem nessa quarta-feira (26) uma de suas tardes mais frias do ano. Por volta das 3 da tarde, a temperatura era de apenas 19,3° C na região da Pampulha, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia. Na capital, o céu se mantém nublado desde a última quinta-feira (20). A umidade está elevada (em torno de 69 %) e uma leve garoa cai sobre alguns bairros da cidade. Amanhã, a nebulosidade diminui no Sul de Minas, Triângulo Mineiro e parte da Zona da Mata. Já na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o tempo fechado persiste até sexta-feira.
    Segundo o INMET, essa quarta-feira teve a menor máxima do ano na capital: 19,9° C. O dado oficial foi registrado por uma estação localizada na região centro-sul da cidade.
    Atualizado às 17:50

    Canal de umidade persiste sobre Minas Gerais

    Áreas de instabilidade associadas à presença de um cavado atmosférico em alto mar se organizam em um corredor de umidade que se estende até a Amazônia, deixando o tempo nublado e com condições para chuva fraca em Minas Gerais. Apenas o extremo norte e nordeste do estado não são influenciados pela nebulosidade desse sistema. Hoje é o sexto dia consecultivo sem sol em Belo Horizonte. A capital mineira teve mínima de 14,9° C nessa madrugada, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia registrados na região da Pampulha. A máxima mais uma vez não deve passar dos 22° C.

    25 de agosto de 2009

    Chove em parte de Minas Gerais

    Áreas de instabilidade deixam a noite dessa terça-feira chuvosa na região do Campo das Vertentes. Desde o final da tarde chove sem parar nas proximidades de cidades como Conselheiro Lafaiete, Oliveira, Lavras, São João Del-Rei, Barbacena, Congonhas e Passa Tempo, conforme imagem de radar ao lado. Na capital mineira, a chuva começou agora há pouco - por volta das 20 horas - e embora acompanhada por raios e trovoadas, ainda não está intensa.
    Há relatos de chuva intensa nas regiões centro-sul, leste e noroeste de Belo Horizonte. Chove também em municípios da Região Metropolitana, como Nova Lima, Brumadinho e Ibirité.
    Atualizado às 20:34

    Céu fechado em BH

    Depois da chuva fraca pela manhã, a capital mineira permanece com o céu bastante fechado no início da tarde dessa terça-feira, conforme imagem ao lado de agora há pouco. Às 13 horas, a temperatura ainda não havia passado dos 22° C, segundo dados registrados pelo aeroporto da Pampulha. Pode chover novamente à qualquer momento na capital e Região Metropolitana.

    Corredor de umidade entre Amazônia e Atlântico

    Áreas de instabilidade que desde o último domingo atingem parte do Centro-Oeste e Sudeste do país se organizam em um extenso corredor de umidade que se estende da Amazônia ao Oceano Atlântico nessa terça-feira (imagem ao lado). São esperadas chuvas fortes, com raios e trovoadas, ao longo de toda essa faixa do continente Sul-Americano. Em Minas Gerais, as chuvas mais intensas deverão ocorrer no Triângulo Mineiro, Centro-Oeste e Sudoeste de Minas (região de Furnas) e Região Metropolitana de Belo Horizonte.

    Previsão para os próximos 5 dias em Belo Horizonte

    24 de agosto de 2009

    Mais chuva na RMBH

    Novas áreas de instabilidade, associadas à um cavado atmosférico, avançam por Minas Gerais e provocam chuva no final da tarde dessa segunda-feira na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A temperatura máxima registrada hoje na capital foi igual a 24,9° C, segundo dados do INMET na região da Pampulha. Mais pancadas de chuva poderão ocorrer até amanhã na Grande BH, inclusive durante a madrugada.

    Chuva chega e estiagem é interrompida na RMBH


    Após uma sequência de 56 dias sem chuvas expressivas, voltou a chover na Região Metropolitana de Belo Horizonte durante a madrugada dessa segunda-feira. Conforme o BH TEMPO havia antecipado horas antes, a aproximação de um grande sistema convectivo formado em Goiás poderia causar pancadas de chuva na região. A chuva veio de oeste e primeiro atingiu municípios como Florestal, Esmeraldas, Mateus Leme, Betim e Contagem. Ao longo da madrugada, a estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia em Florestal registrou um acumulado total de precipitação igual a 23,6 mm. Já na capital mineira, onde a chuva começou por volta das 2:15 da madrugada e persistiu até 8 da manhã, o volume total acumulado chegou a 23,8 mm, segundo dados de uma estação do INMET localizada na região da Pampulha. O dia começou muito nublado na cidade (imagem acima), com temperatura em torno de 15° C e umidade relativa próxima a 96 %. Os aeroportos de Confins e da Pampulha registraram nevoeiro nas primeiras horas do dia. Às 10 da manhã ainda fazia 18° C na região da Pampulha.

    Sistema convectivo próximo a RMBH

    Um enorme sistema convectivo formado no interior de Goiás, onde fez muito calor na tarde de hoje, avança por Minas Gerais e deixa um rastro de chuva por onde passa. O complexo de umidade, associado à um cavado atmosférico, já passou pelo Alto Paranaíba, Triângulo Mineiro e agora há pouco - por volta da meia-noite - se aproxima da Região Metropolitana de Belo Horizonte e Sudoeste de Minas (região de Furnas). Como apenas passa de "raspão" pela RMBH, não são esperadas pancadas fortes nessa madrugada. Já nos vales dos rios Doce, Jequitinhonha e Mucuri, ventos frios e úmidos oriundos do oceano ainda predominam.

    23 de agosto de 2009

    Instabilidades causam chuva no Sul de Minas

    Instabilidades associadas a um sistema de baixa pressão em médios e altos níveis troposféricos - cavado - deixam o domingo chuvoso no Sul de Minas Gerais. Essas perturbações encontram dificuldade para avançar sobre as regiões mineiras mais próximas do oceano, onde ventos marítimos (fluxo de leste) ainda atuam com intensidade. No entanto, a aproximação de uma nova frente fria e o afastamento do anticiclone polar aumentam as condições para ocorrência de chuva no restante do estado a partir da noite de amanhã. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, pode chover entre terça e quarta-feira.

    Friozinho em Belo Horizonte

    Após uma madrugada com muito vento, quando a sensação térmica ficou próxima a 8° C, a capital mineira tem uma manhã nublada (imagem ao lado) e com sensação de friozinho nesse domingo. Ventos frios e úmidos oriundos do oceano não deixam a temperatura subir muito ao longo desse domingo. A máxima hoje não deve passar dos 22° C. Às 11 da manhã, a temperatura na região da Pampulha era igual a 19,4° C, umidade relativa de 63 % e rajadas de vento com velocidade superior a 30 km/h. Nessas condições, a sensação térmica era de aproximadamente 15° C. CHUVA? Novamente existe previsão de chuva para a capital mineira. Dessa vez, a chance é maior entre terça (25) e quarta-feira (26). Cabe lembrar que a "dança dos modelos (meteorológicos)" continua e a previsão pode não se concretizar. Acompanhe ao longo da semana aqui no BH TEMPO!