Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    5 de dezembro de 2009

    BH permanece chuvosa na tarde desse sábado

    Após uma pequena trégua no início da tarde, a chuva voltou a cair de forma moderada na capital mineira. A pressão atmosférica permanece baixa, o que indica que o ar polar ainda não influencia a região. Nesse caso, a sensação de frio decorre da grande quantidade de nuvens e da umidade elevada. Segundo dados da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia localizada na região da Pampulha, a maior temperatura registrada nessa tarde foi 22,4° C, entre 14 h e 15 h. Às 17h fazia apenas 19,1° C com umidade relativa de 95 %. A chuva prossegue fraca e uma névoa cobre a capital (imagem à esq.).

    Frente fria permanece sobre MG

    A frente fria responsável pelas chuvas das últimas horas em Minas Gerais permanece sobre o estado e mantém o tempo fechado e chuvoso neste sábado. Em Belo Horizonte, a chuva praticamente não deu trégua desde o final da manhã de ontem. Foram mais de 24 horas de chuva incessante. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), na região da Pampulha, a precipitação acumulada entre 10 h da manhã de ontem e 13 h de hoje foi igual a 71,8 mm! No Sul do país, a massa de ar frio e seco na retaguarda do sistema frontal provocou baixas temperaturas na madrugada de hoje. Em Porto Alegre, a mínima foi de apenas 13° C. Com o céu aberto, a temperatura subiu e às 14 h fazia 27° C na capital gaúcha. Em Belo Horizonte, o aeroporto da Pampulha reportou temperatura de 22° C às 14 h. Essa deve ser a máxima de hoje na capital mineira. Ainda há elevada chance de chuva em grande parte de Minas Gerais.

    4 de dezembro de 2009

    Mais uma manhã nublada em BH / Alerta para chuva intensa



    Áreas de instabilidade associadas à presença de uma frente fria no litoral do Sudeste do país e ao tempo quente e úmido na região amazônica se espalham por Minas Gerais e deixam o céu bastante fechado na manhã dessa sexta-feira em Belo Horizonte e Região Metropolitana (imagens acima). Segundo modelos de previsão do tempo, tais condições devem persistir pelos próximos dias, estabelecendo a chamada Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Esse sistema, comum nessa época do ano, é caracterizado por uma extensa faixa de nebulosidade/umidade entre o Atlântico e a Amazônia. A ZCAS é geralmente responsável por acumulados expressivos de precipitação sobre as regiões onde se organiza. Para a capital mineira é previsto, nos próximos 7 dias, um volume total de precipitação superior a 150 mm, com maiores acumulados entre hoje e domingo. Segundo dados da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) localizada na região da Pampulha, às 11 h dessa manhã fazia 21,7° C com umidade relativa de 86 %. Nesse local já chovia fraco. Em Belo Horizonte, a máxima não deve passar dos 23° C hoje. A pressão atmosférica permanece baixa e no final da tarde de ontem atingiu um valor mínimo de 912,6 hPa, um dos menores do ano na região da Pampulha.

    2 de dezembro de 2009

    Frente fria deve provocar chuvas intensas em BH a partir de sexta

    Até sexta-feira uma nova frente fria deve atingir Minas Gerais e provocar chuvas intensas no centro-sul do estado, inclusive na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O sistema, que ainda encontra-se sobre o Uruguai (imagem ao lado), deve associar-se à umidade amazônica e permanecer estacionado sobre o Sudeste do país durante o final de semana. Devido à nebulosidade, as temperaturas não irão subir muito nos próximos dias. Na capital, a máxima não passa dos 23° C no sábado.

    1 de dezembro de 2009

    NOTÍCIA: Aeroporto de Confins é fechado para pousos por causa de nevoeiro

    Após operar por instrumentos durante parte desta terça-feira, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi fechado para pousos. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a medida foi tomada às 15h35 por causa da presença de um nevoeiro. Até às 16h, dos 60 voos programados para desembarcar no aeroporto, 16 tiveram atrasos e oito foram cancelados. Segundo a Infraero, não há previsão para que a pista seja reaberta para pousos. O problema começou por volta das 8h30. O Aeroporto da Pampulha funciona normalmente.

    Fonte: Globominas

    Previsão para os próximos 5 dias em Belo Horizonte


    30 de novembro de 2009

    Segunda-feira escura em BH

    O último dia do mês de novembro foi bastante escuro em Belo Horizonte e Região Metropolitana. O Sol não apareceu em nenhum momento do dia, como pode ser observado na sequência de fotos acima, feitas de um ponto da capital mineira. Além do céu fechado, a segunda-feira foi marcada por tempo instável e várias pancadas de chuva. Desde o último sábado (28) voltou a chover regularmente na capital, o que permitiu a novembro de 2009 um acumulado de chuva próximo à média histórica. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia, o volume total acumulado nesse mês em Belo Horizonte (Av. do Contorno) foi igual a 225,6 mm (contra 227,6 mm da Normal Climatológica 1961-1990). E pelo visto dezembro deve começar com chuvas intensas e temperaturas amenas. Acompanhe ao longo da semana aqui no BH TEMPO!

    ALERTA: Previsão é de muita chuva para o centro-sul de MG

    O centro-sul de Minas Gerais deve ser atingido por chuvas intensas ao longo dessa semana. Pelo menos essa é a previsão para os próximos 7 dias, segundo saídas recentes do modelo Global Forecast System (GFS), mantido pela NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration). O mapa ao lado mostra a estimativa de precipitação, conforme o modelo norte-americano, para os próximos 7 dias na América do Sul (a bolinha preta indica a localização de Belo Horizonte). Nele é possível observar a previsão de volumes superiores a 200 mm nas regiões do Sul e Sudoeste de Minas, Triângulo Mineiro, Campo das Vertentes, Zona da Mata, além da Região Metropolitana de Belo Horizonte, inclusive capital. Dezembro é normalmente o mês mais chuvoso do ano em grande parte de Minas Gerais. Nessa época, a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) - um extenso corredor de umidade entre a Amazônia e o Oceano Atlântico, é capaz de provocar elevados volumes de chuva, como o previsto pelo GFS. O BH TEMPO alerta às populações das regiões citadas sobre o risco de tragédias, como deslizamentos de encostas, alagamentos e enchentes.

    29 de novembro de 2009

    Instabilidades no centro-sul de MG


    Após alguns dias de muito sol e calor, a barreira de ar seco finalmente perdeu força sobre a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), o que permitiu a volta das chuvas na tarde desse sábado. Na capital mineira, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o volume total de chuva acumulado entre 13 h e 20 h de ontem chegou aos 82 mm na região da Pampulha! Já na estação oficial do INMET, na Avenida do Contorno, região Centro-Sul da cidade, o acumulado total desse sábado foi igual a 68,9 mm. Com a chuva de ontem, o acumulado mensal nesse local atingiu a marca de 189,2 mm (contra uma média de 227,6 mm). Na região da Pampulha, choveu um pouco menos nesse mês: o acumulado até ontem foi igual a 143 mm.
    O domingo amanheceu com céu parcialmente nublado na RMBH e no início da tarde a nebulosidade aumentou, como pode ser observado na imagem acima (à dir.). Ao meio-dia fazia 26,3°C na região da Pampulha, segundo o INMET. Pode voltar a chover à qualquer momento.
    PREVISÃO: Os próximos dias devem ser de céu fechado, temperaturas mais amenas e possibilidade de temporais à qualquer hora em todo o estado. Em Belo Horizonte, a chance de chuva é maior entre a tarde de terça e quinta-feira.