Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    17 de fevereiro de 2010

    BH tem recorde de calor do ano: 33,9° C

    A tarde dessa quarta-feira de cinzas foi a mais quente do ano até o momento em Belo Horizonte. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrados na região da Pampulha, a temperatura chegou aos 33,9° C entre as 16 h e 17 h. Nesse horário, a umidade relativa do ar atingiu seu valor mínimo no dia: 32 %. Hoje foi o segundo dia consecutivo de quebra de recordes de calor na capital mineira. Na tarde de ontem, a temperatura já havia chegado aos 33,3° C, superando a marca anterior - 32,3° C - de 3 de fevereiro.
    Além do calor, a falta de chuvas começa a preocupar. As pancadas de chuva que atingiram a capital nesse mês foram muito isoladas. Para se ter uma idéia, no local da estação do INMET na região da Pampulha, o acumulado do dia 1°/02 até hoje é de apenas 3 mm. Na região Centro-Sul da cidade, o acumulado é de 7,5 mm (contra uma média histórica de 188,4 mm).
    As anomalias de temperatura e precipitação observadas nesse mês em quase todo o Sudeste do país são atribuídas ao fortalecimento de uma massa de ar quente e seco, associada a um sistema de alta pressão atmosférica com centro oceânico. Essa dinâmica é comum na estação seca, quando grande parte de Minas Gerais costuma enfrentar longos períodos de estiagem. Isso não significa, no entanto, que a "seca" vivenciada por algumas regiões de Minas nesse mês de fevereiro seja um fenômeno raro ou de todo incomum. De acordo com dados do INMET, a capital já teve fevereiros com chuvas abaixo da média, como, por exemplo, os de 1984 (apenas 4 mm), 1987 (72,2 mm) e 2001 (64,7 mm).
    A previsão para os próximos dias é de que áreas de instabilidade consigam provocar alguma chuva na Região Metropolitana de Belo Horizonte e as temperaturas sofram um ligeiro declínio.

    Nenhum comentário: