Monitoramento ao vivo: twitter.com/bhtempo

bhtempo

    29 de janeiro de 2010

    Fim da estiagem? Chove em Governador Valadares

    Após uma longa sequência de dias de sol forte e muito calor, voltou a chover em Governador Valadares na noite dessa sexta-feira. A intensificação da circulação marítima nas últimas 24 horas resultou em um aumento da umidade atmosférica. A combinação do calor de 35,5° C da tarde de hoje com a umidade elevada favoreceu o crescimento de nuvens carregadas sobre a região (imagem ao lado). A chuva dessa noite ainda é muito fraca e insuficiente para reverter os efeitos da estiagem de quase 1 mês na cidade, no entanto, é capaz de amenizar o calorão dos últimos dias. Agora há pouco, às 23 h, fazia 24,9° C com umidade relativa de 84 %. Para efeito de comparação, ontem no mesmo horário, a temperatura e umidade eram de respectivamente 26,5°C e 56 %*. Nos próximos dias a chance de chuva aumenta ainda mais no Vale do Rio Doce.
    *Dados registrados pela estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia na cidade.

    28 de janeiro de 2010

    Circulação marítima volta a atuar em MG

    Nessa quinta-feira, um sistema de alta pressão atmosférica cujo centro de origem localiza-se no Oceano Atlântico volta a ganhar força sobre o centro-leste mineiro. O Anticiclone Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) - assim chamado - é o responsável pelas expressivas rajadas de vento leste observadas nessa manhã em Belo Horizonte e Região Metropolitana. Segundo dados registrados pela estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia na região da Pampulha, entre 9 h e 10 h da manhã os ventos mais intensos atingiram a velocidade de 33,8 km/h. Além disso, a atuação do ASAS afasta as nuvens de chuva e dificulta a aproximação de frentes frias. Já no leste de Minas, a circulação marítima deve resultar em um aumento da nebulosidade e da chance de precipitação. Em Governador Valadares, onde não chove há 28 dias, a probabilidade de chuva aumenta gradativamente até a próxima segunda-feira (01/02).

    27 de janeiro de 2010

    Céu fechado e tempo chuvoso no Triângulo Mineiro

    Nuvens carregadas que avançaram do estado de São Paulo deixam o céu fechado e provocam chuva moderada a forte, acompanhada por raios, trovoadas e ventania, nessa quarta-feira no Triângulo Mineiro. Na região dos municípios de Ituiutaba e Campina Verde, pontal do Triângulo, chove sem parar desde o início da manhã. A chuva também atinge as cidades de Uberaba e Uberlândia, onde fazia, respectivamente, 19° C e 20° C às 11 h dessa manhã. Ao longo da tarde a chuva pode se intensificar, causando prejuízos à população.

    26 de janeiro de 2010

    Previsão para os próximos 5 dias em Belo Horizonte


    Manhã de muitas nuvens em BH

    A capital mineira tem mais uma manhã de céu parcialmente nublado a nublado nessa terça-feira (imagem ao lado). A nebulosidade é resultado da convergência de umidade entre a Amazônia e o Oceano Atlântico. A combinação do calor com a elevada umidade poderá provocar novas pancadas de chuva na Região Metropolitana de Belo Horizonte na tarde de hoje. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia registrados na região da Pampulha, a mínima nessa madrugada foi igual a 19,4° C. Às 10 h fazia 23,6°C e a máxima deve chegar aos 29° C.

    25 de janeiro de 2010

    Estiagem já dura 24 dias em Governador Valadares

    A estiagem que atinge o Leste de Minas Gerais desde o último dia de 2009 ainda não deu trégua e cidades como Governador Valadares (imagem acima) já estão há 24 dias sem chuva. A situação de Valadares é bastante preocupante, visto que janeiro é normalmente o mês mais chuvoso do ano na cidade. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), entre 1967 e 1990, o mês de janeiro teve em média 203,9 mm de precipitação. Em janeiro desse ano, até o dia 24, choveu apenas 1,8 mm. Com sol forte e o ar seco, as temperaturas estão cada vez mais elevadas na cidade do Vale do Rio Doce. Desde o dia 11/01 as máximas têm ficado acima dos 34° C. Na tarde de ontem (24), a máxima chegou aos 36,2° C e na última sexta (22) atingiu 36,3° C. Nessa segunda-feira, a temperatura já havia batido os 35,5° C às 15 horas. De acordo com os dados históricos do INMET, o normal para esse mês seria 31,8° C.
    PREVISÃO: Para os valadarenses que não aguentam mais tanto sol e calor naquele que deveria ser o mês mais chuvoso do ano, a previsão é animadora. A massa de ar quente e seco que tem impedido a aproximação de frentes frias e a formação de nuvens de chuva já dá sinais de enfraquecimento. Nos próximos dias, o transporte de umidade do oceano para o continente irá aumentar a nebulosidade na região e poderá provocar chuva fraca a moderada. As temperaturas devem sofrer um ligeiro declínio e as tardes ficarão mais agradáveis. Confira mais detalhes ao longo da semana aqui no BH TEMPO.